MDS dialoga sobre oferta de cursos profissionalizantes

O reitor do IFB, Prof. Wilson Conciani, acompanhado dos pró-reitores de Extensão e Cultura em exercício, Rodrigo Alfani, e de Ensino, Adilson Araújo, receberam nesta sexta, 16 de fevereiro, o secretário de Inclusão Social e Produtiva, Vinicius Botelho, o secretário-adjunto, Rodrigo Loureiro, e o assessor Rogério Campos do Ministério do Desenvolvimento Social – MDS.

Eles ouviram sobre as experiências de ofertas de cursos de formação inicial e continuada do IFB com públicos especiais como pessoas em situação de rua (sem moradia), mulheres em vulnerabilidade social e agricultores familiares em ações próprias do IFB e também através de programas como o Mulheres Mil e o Pronatec.

O reitor também explicou sobre o método da escolha dos cursos técnicos do IFB, sempre indo além das estatísticas e dialogando com todos os setores sociais e empresariais.

Os gestores do MDS propuseram a formação de um grupo de trabalho para estudar uma nova sistemática de oferta de cursos profissionalizantes.

IFB reforça parceria com o Comando dos Bombeiros para oferta de cursos

Foram retomados diálogos com o comando do Corpo de Bombeiros Militar de Brasília para acordo de cooperação entre as duas instituições sobre a oferta de cursos de formação inicial e continuada. Um plano de trabalho vem sendo elaborado. Entre as capacitações que o Instituto poderá receber estão primeiros socorros, plano de evacuações em casos de emergência e situações com produtos perigosos. O Instituto também oferecerá cursos para os bombeiros.

Na quarta, 07 de fevereiro, o comandante do CBMDF, Luiz Cláudio Barbosa Castro e o diretor de Ensino do Comando, William Augusto Ferreira Bomfim estiveram no IFB acompanhados do Administrador do GDF – Núcleo Bandeirante, Candangolândia e Park Way, Roosevelt Vilela. Eles foram recebidos pelo reitor, Prof. Wilson Conciani.  O pró-reitor de Extensão e Cultura em exercício, Rodrigo Alfani e a assessora do GDF, Dayanne, também participaram da reunião.

Parceria com OEI irá impulsionar mobilidade internacional

O Instituto Federal de Brasília (IFB) vai aderir ao Projeto Paulo Freire de Mobilidade Acadêmica para Estudantes de Programas Universitários de Formação de Professores organizado pela Organização dos Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI).

O programa visa apoiar que estudantes de licenciatura façam intercâmbio no exterior, recebendo investimento para auxiliar nos gastos com alojamento, alimentação, dentre outros. “A realização de um período de estudo no exterior contribui para o desenvolvimento de conhecimentos e habilidades profissionais e interculturais, assim como a aquisição de boas práticas, através de encontros formativos, seminários e grupos de reflexão”, entende a OEI,  organismo internacional de caráter governamental para a cooperação entre os países ibero-americanos no campo da educação, da ciência, da tecnologia e da cultura no contexto do desenvolvimento integral, da democracia e da integração regional.

O assunto foi tratado em reunião esta semana (07 de fevereiro) entre a diretora da OEI no Brasil, Adriana Rigon Weska, o coordenador de Desenvolvimento de Cooperação Técnica, Leonardo Serikawa, a gerente de projetos da Organização , Telma Teixeira, com o reitor do IFB, Prof. Wilson Conciani, o pró-reitor de Extensão e Cultura em exercício, Rodrigo Alfani, e a pró-reitora de Administração, Simone Cardoso.

Segundo a pró-reitora de Administração, outro assunto que vem sendo tratado com a OEI é o PRODOC (Programa de Apoio a Projetos Institucionais com a Participação de Recém-Doutores).

“A OEI já é parceira do Instituto na realização do ConectaIF e estamos muito felizes com esses novos passos para impulsionar a internacionalização positiva do nosso Ensino, alicerçado na Extensão e na Pesquisa também”, comentou.

Novas parcerias com o SEBRAE estão sendo delineadas

O Sebrae – Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas é um grande parceiro do Instituto Federal de Brasília com sua participação no ConectaIF, principal evento organizado pelo IFB. A parceria agora está sendo ampliada para ações continuadas ao longo do ano.

Reunião esta semana do pró-reitor de Extensão em exercício, Rodrigo Alfani, com as analistas do SEBRAE, Alzenira Cardoso e Claudia Trindade, delineiam a apresentação dos projetos da Fábrica de Ideias – FABIN para empreendedores participantes do Clube de Negócios.

Outra proposta que está sendo delineada é a oferta de formação sobre Microempreendedor Individual (MEI) para os estudantes dos cursos técnicos e tecnológicos do Instituto. “Tudo que esperamos é que nossos formandos sejam bons cidadãos, bons profissionais e também que sejam bons gestores de suas carreiras – individuais ou coletivas”, comentou Alfani.

IFB assina acordo de cooperação com a Marinha para ações na Ecovila Naval

Gestores da  Pró-reitoria de Extensão e dos campi do Instituto Federal de Brasília (IFB) estão planejamento ações a serem ofertadas para atender a Ecovila Naval e entorno (comunidades do Santa Maria e Gama).

O termo de cooperação entre o IFB e o Comando do 7º Distrito Naval foi assinado na tarde desta segunda-feira, 29 de janeiro, no Comando Geral do Ministério da Marinha.

A solenidade teve entrega de medalhas aos Amigos da Marinha e parcerias com instituições públicas e privadas que irão auxiliar no projeto de sustentabilidade da Ecovila. Presente no evento, o reitor do IFB, Prof. Wilson Conciani parabenizou a iniciativa da instituição em reunir parceiros para o desafio de organizar um projeto ideal que visa beneficiar moradores do Distrito Federal e estimular cidadãos para um Brasil mais consciente.

O vice-almirante, Sérgio Goldstein, coordenador do projeto com sua esposa Ana Beatriz, contou que a proposta é ir além dos 40 hectares, agregando ações ambientais, de educação, tecnologia, inovação e inclusão social com o entorno.

O almirante de esquadra, comandante Eduardo Bacellar, explicou que as ações da Marinha hoje vão além da proteção do Brasil, pois o País tem inúmeros desafios, começando pelo exercício de se desenvolver com mais harmonia e justiça, uma missão que é de todos.

Conforme o diretor de Programas e Articulação com a Sociedade do IFB, Rodrigo Alfani, visita técnica na Ecovila foi realizada e o plano de trabalho desta parceria está em elaboração. A Marinha já é parceria do IFB tendo participado da 2ª edição do ConectaIF em 2017 no Centro de Convenções.

IFB planeja ações para permanência e êxito de alunos surdos

Gestores do Instituto Federal de Brasília (IFB), a fim de oferecer um melhor atendimento aos estudantes surdos, dialogam com representantes de entidades e especialistas da área da Língua de Sinais caminhos possíveis para a garantia, permanência e êxito dos alunos surdos na Instituição.

Nesta terça, 23 de janeiro, reunião para fomentar novas perspectivas para o atendimento deste público reuniu o reitor do IFB, Prof. Wilson Conciani, os pró-reitores de Ensino, Adilson de Araújo e de Extensão e Cultura, Cristiane Salgado, o diretor de Programas e Articulação com a Sociedade, Rodrigo Alfani, a coordenadora de Políticas Inclusivas, Alessandra Fonseca e o tradutor intérprete de Libras, Jaspion Rocha com a professora da Universidade de Brasília (UnB), Patrícia Tuxi e o vice-presidente da Associação de Pais e Amigos de Deficientes Auditivos (Apada/DF), Marcos Brito.

Foi apontada como atividade inicial dessa parceria a oferta de um curso de Formação Inicial e Continuada (FIC) para formação de tradutores interpretes de Libras ainda para este ano. Um plano de trabalho já está sendo construindo pela equipe técnica abrangendo esta e outras ações.

“Permanência e Êxito” é o tema do Encontro Pedagógico Unificado 2018

A Pró-reitora de Ensino (PREN) está organizando o Encontro Pedagógico Unificado 2018/1 para o dia 05 de fevereiro a partir das 9 horas, no auditório do bloco C  do Campus Brasília.

Pela manhã será realizada uma mesa redonda sobre o tema “Permanência e êxito: concepções e desafios na Educação Profissional e Tecnológica”. Para colaborar com a discussão foram convidados os professores Nilva Schroeder, do Instituto Federal de Brasília, e Gustavo Henrique Moraes, da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica – SETEC/MEC, sob a mediação do Prof. Dr. Adilson Cesar Araújo.

No período vespertino, a partir das 14h, serão realizadas as seguintes oficinas simultâneas:

  • Prova como procedimento avaliativo em uma perspectiva formativa – Profa. Veruska Machado Ribeiro e Profa. Julie Kellen de Campos Borges
  • Avaliação para aprendizagem – Profa. Nilva Schroeder
  • As potencialidades da interdisciplinaridade no contexto escolar – Profa. Danielly Maidana de Menezes
  • Plano de Permanência e Êxito local: como utilizar a planilha integrada e outros instrumentos – Profa. Yvonete Bazbuz da Silva Santos e Profa. Milton Juliano da Silva Júnior
  • Ensinar o quê? Para quem? Uma proposta de integração curricular a partir dos temas geradores – Profa. Nayara de Paula Martins
  • A estatística na educação: alguns exemplos de aplicação – Prof. Cristiano Pereira da Silva

A Pró-reitoria de Ensino disponibilizou 30 vagas para cada oficina e lista de espera.

Confira a página do evento

 

Sudão busca ampliação de parceria com o IFB para capacitações na área agrícola

Representantes da República do Sudão, terceiro maior país da África e também o terceiro maior país do mundo árabe, estiveram em visita ao Instituto Federal de Brasília (IFB) na manhã desta terça, 16 de janeiro, para tratar de possível parceria para a oferta de cursos na área Agrícola a serem ministrados aos técnicos do Ministério da Agricultura em Cartum (capital do Sudão) e numa segunda etapa a professores de cursos técnicos daquele País em sistema intensivo no Campus Planaltina, no segundo semestre deste ano.

Muhanned Omer Abbas Ajabna, ministro plenipotenciário e vive-chefe da missão da Embaixada da República do Sudão e Rami Taj Elsir Omer, segundo secretário e cônsul do Sudão, foram recebidos pelo reitor do IFB, Prof. Wilson Conciani e pela técnica Layse Bispo, representando a Assessoria Internacional da instituição.

O Instituto Federal de Brasília possuiu parcerias com o Sudão desde 2011. De lá para cá foram realizadas visitas técnicas em instituições nos dois países e foram ofertados cursos e capacitações.

Para este ano, segundo o reitor Wilson Conciani, a representação internacional do Sudão busca capacitações nas áreas de soja, cana, algodão e hortaliças. “Estarei dialogando com gestores de outros Institutos que oferecem cursos agrícolas para que possamos juntos oportunizar uma proposta”, disse, informando ainda sobre uma possível visita técnica a ser realizada para pesquisa e capacitação dos sudaneses aos brasileiros na área de produção de goma-arábica.

Gestão de Pessoas oferece capacitação para servidores

Os novos servidores que tomaram posse no IFB no último mês de dezembro participaram da primeira etapa do curso no mês de janeiro, conclusa nesta quinta, 11. O tema foi “O IFB no contexto da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica” com também 40 horas.

Segundo a pró-reitora de Gestão de Pessoas em exercício, Profa. Maria Cristina Madeira, a capacitação consistiu em visitas técnicas e rodas de conversa envolvendo dinâmicas para a participação efetiva dos novos servidores.

APró-reitoria de Gestão de Pessoas inicia segunda, 15 de janeiro, o segundo módulo de capacitação para novos Técnicos Administrativos em Educação (TAEs). A boa notícia é que este poderá ser feito também pelos antigos servidores que desejarem se capacitar no tema “O desenvolvimento do técnico no Plano de Carreira dos Cargos Técnico-Administrativos em Educação”.

Mais de 200 novos concursados devem tomar posse ainda este mês, sendo a maioria docentes. Para eles, uma capacitação específica também está sendo preparada.

IFB recebe visita de voluntários do Timor-Leste

Nesta quinta-feira, 11 de janeiro, o reitor do IFB, Prof. Wilson Conciani, recebeu o casal Simone Assis e José Levi, brasileiros que há 18 anos trabalham em prol de crianças e jovens do Timor-Leste, país asiático com uma das mais baixas rendas, alto índice de analfabetismo e vítima de conflitos de ocupação.

Eles fizeram apresentações dos trabalhos voluntários na área educacional realizados no Timor como programas de capacitação para professores de pré-escola, workshops para prevenção a violência dentro das escolas e programas comunitários na área de educação infantil. E conheceram o Programa Mulheres Mil da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, que atende mulheres em situação de vulnerabilidade com educação profissional de forma diferenciada.

No diálogo, ficou firmado um estudo de como os projetos de organizações não-governamentais do Timor-Leste como a Casa Vida (que cuida de meninas vítimas de abuso sexual e incesto) e o Pro-Ema (organização que trabalha com o empoderamento, através da educação, de meninas e adolescentes) podem interagir.

Participaram também do diálogo o Prof. Josué Mendes, do Campus Brasília, e a técnica Layse Bispo, representando a Assessoria Internacional do IFB. Os visitantes presentearam os gestores com camisetas do projeto Pro-Ema.