Parceria com OEI irá impulsionar mobilidade internacional

O Instituto Federal de Brasília (IFB) vai aderir ao Projeto Paulo Freire de Mobilidade Acadêmica para Estudantes de Programas Universitários de Formação de Professores organizado pela Organização dos Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI).

O programa visa apoiar que estudantes de licenciatura façam intercâmbio no exterior, recebendo investimento para auxiliar nos gastos com alojamento, alimentação, dentre outros. “A realização de um período de estudo no exterior contribui para o desenvolvimento de conhecimentos e habilidades profissionais e interculturais, assim como a aquisição de boas práticas, através de encontros formativos, seminários e grupos de reflexão”, entende a OEI,  organismo internacional de caráter governamental para a cooperação entre os países ibero-americanos no campo da educação, da ciência, da tecnologia e da cultura no contexto do desenvolvimento integral, da democracia e da integração regional.

O assunto foi tratado em reunião esta semana (07 de fevereiro) entre a diretora da OEI no Brasil, Adriana Rigon Weska, o coordenador de Desenvolvimento de Cooperação Técnica, Leonardo Serikawa, a gerente de projetos da Organização , Telma Teixeira, com o reitor do IFB, Prof. Wilson Conciani, o pró-reitor de Extensão e Cultura em exercício, Rodrigo Alfani, e a pró-reitora de Administração, Simone Cardoso.

Segundo a pró-reitora de Administração, outro assunto que vem sendo tratado com a OEI é o PRODOC (Programa de Apoio a Projetos Institucionais com a Participação de Recém-Doutores).

“A OEI já é parceira do Instituto na realização do ConectaIF e estamos muito felizes com esses novos passos para impulsionar a internacionalização positiva do nosso Ensino, alicerçado na Extensão e na Pesquisa também”, comentou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *