Conselho Superior presta homenagem a reitor

Gratidão, legado, inovação, visionário, inserção social, aprendizado, maturidade, representatividade e conhecimento. Estão foram as principais palavras utilizadas pelos membros do Conselho Superior (CS) do Instituto Federal de Brasília (IFB), na 56ª Reunião Ordinária, realizada terça-feira (20), que marcou a despedida do reitor Wilson Conciani da presidência do colegiado.

Conciani estava à frente do CS desde a 5ª reunião, realizada no dia 22 de fevereiro de 2011. De lá para cá foram 70 encontros, computando reuniões ordinárias e extraordinárias. O Conselho Superior, órgão máximo da instituição, é composto por integrantes da comunidade acadêmica e da sociedade civil organizada. Tem natureza consultiva e deliberativa.

O representante dos Egressos no CS, Jesus de Nazareno Rodrigues, destacou o jeito igualitário com que Conciani sempre tratou estudantes e servidores. “Você costuma dizer que o IFB transforma vidas, mas eu posso dizer que é o senhor, como professor e como gestor que transforma as pessoas”, contou, emocionado, o ex-estudante do campus Samambaia. Em nome do CS, Jesus entregou uma placa de agradecimento aos trabalhos prestados por Conciani.

Também com lágrimas nos olhos, o diretor-geral do campus Planaltina, Nilton Cometti, lembrou da época de criação do IFB. Destacou o papel do colega e amigo Conciani na implantação da instituição. “Em apenas dois anos você abriu 10 campi no DF”, afirmou Cometti.

Conciani agradeceu o “papel fundamental” do Conselho Superior nesta primeira década de história do IFB. Disse que deixa a gestão orgulhoso por ter colocado um “sonho em andamento, o sonho de construir uma instituição diferente, inovadora e transformadora”. Citou como legado a “construção coletiva de um espaço democrático, de diálogo e respeito ao contraditório”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *